Criptomoedas: as principais notícias de hoje, 5 de janeiro de 2018
Página principal Síntese, Criptomoedas
Tema do momento
5 Janeiro
7345 7k

As mais recentes notícias do mercado de criptomoedas

Sete das dez criptomoedas do top 10 por capitalização de mercado registam queda. No final desta primeira semana de 2018 sete das dez principais criptomoedas do mundo encontram-se em ligeira queda. As exceções: Bitcoin, Bitcoin Cash e Litecoin. A Ripple, que registou amplo crescimento nos últimos dias, sofreu queda de 20,28% nas últimas 24 horas.

Subida de preço da Ripple converteu o seu cofundador numa das pessoas mais ricas do mundo. Chris Larsen, cofundador, presidente executivo e antigo CEO da empresa Ripple — por detrás da criptomoeda homónima — tornou-se uma das pessoas mais ricas do mundo com o preço da criptomoeda a ultrapassar a marca dos 3 dólares esta semana.

Facebook analisa a potencial utilização da tecnologia blockchain. Mark Zuckerberg, diretor executivo da Facebook, avançou em recente publicação na rede social que irá estudar “os aspetos positivos e negativos” dessas tecnologias, notando que irá “reunir grupos de peritos para discutir e analisar esses tópicos.”

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (17h30 de Lisboa) a 759,1 mil milhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) subiu 13,38% para 17.067,80 dólares
  • O preço da Ripple caiu 20,28% para 2,87 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) caiu 3,65% para 991,67 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (Bitcoin.Cash) aumentou 4,50% para 2.552,79 dólares
  • O preço da Cardano caiu 21,16% para 0,93 dólares

Próximas ICO:

  • 10 de janeiro de 2018: SiGame
  • 15 de janeiro de 2018: EternalNode
  • 15 de janeiro de 2018: BRC ICO
  • 16 de janeiro de 2018: Malevich
  • 24 de janeiro de 2018: Dimensions Network

Consulte a lista completa de ICO a decorrer aqui.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente