Maior plataforma de câmbio de criptomoedas vai chegar a Malta
Página principal Síntese, Mercado de ações, EUA, China, Criptomoedas
Tema do momento
23 de Março de 2018
1788 1k

Uma seleção das principais notícias desta manhã

Binance planeia abrir filial em Malta

A Binance, a maior plataforma de câmbio de criptomoedas do mundo por volume negociado, está em busca de um novo começo no Mediterrâneo. A empresa de Hong Kong está a planear abrir um escritório em Malta, segundo o seu fundador Zhao Changpeng, encontrando-se perto de fechar acordo com bancos locais para oferecer acesso a depósitos e levantamentos.

Tarifas estado-unidenses sobre metais entram em vigor em todo o mundo

Os países da União Europeia, o Canadá, o México, a Argentina, a Austrália, o Brasil e a Coreia do Sul encontram-se, todavia, isentos das taxas de 25% sobre aço e de 10% sobre alumínio impostas pelos EUA a exportadores. Nota-se a ausência do Japão, um dos aliados mais próximos dos Estados Unidos, da lista de países isentos.

Taiwan inclina-se para a liberalização das criptomoedas

Enquanto outros países asiáticos apertam o controlo, Taiwan mostrou os primeiros sinais de inclinação para a liberalização — o que poderá facilitar a negociação de criptomoedas. Por agora, contudo, fala-se somente no lançamento de «orientações», capazes de clarificar o que é permitido e o que não é, antes de ser aprovada regulamentação formal.

Dropbox entra no mercado de ações

A empresa de armazenamento de dados classificou a sua Oferta Pública Inicial (IPO) pelo topo da faixa de preços pensada, sugerindo forte procura pelas novas ações de tecnologia — com cada vez mais start-ups a evitarem a entrada em bolsa e a optarem por angariação de capital privado. Estima-se que a Dropbox possa alcançar capitalização de mercado superior a 9 mil milhões de dólares.

Tencent registou uma forte queda

As ações da Tencent (HKEX: 0700) caíram quase 8% em Hong Kong, depois de a Naspers, empresa sul-africana de telecomunicações e principal acionista da empresa, ter avançado que iria vender 2% da sua participação na gigante chinesa. A Naspers investiu 32 milhões de dólares na empresa sediada em Shenzhen em 2001, uma participação que vale hoje 175 mil milhões de dólares.

Estados Unidos impuseram novas tarifas à China

Donald Trump descreveu a iniciativa como resposta «recíproca» a práticas comerciais injustas — como furto de propriedade intelectual. As tarifas serão aplicadas a 1300 produtos, ou o equivalente a 50 mil milhões de dólares em importações. Pequim avançou que poderá aplicar tarifas semelhantes a produtos importados dos EUA. O seu embaixador no país afirmou que a China não teme uma guerra comercial.

Calendário Económico

  • 12:30 (USD) Pedidos Subjacentes de Bens Duráveis (Mensal) (Fev)
  • 12:30 (CAD) IPC Subjacente (Mensal) (Fev)
  • 12:30 (CAD) Vendas a Retalho Subjacentes (Mensal) (Jan)
  • 14:00 (USD) Venda de Casas Novas (Fev)
Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar