Fundador da Coinbase lançou plataforma de beneficência
Larm Rmah/Unsplash
Página principal Síntese, Bitcoin, Blockchain, EUA, Criptomoedas, Investimento em criptomoedas
Tema do momento
28 de Junho de 2018
865 865

As principais notícias do mercado de criptomoedas esta manhã

GiveCrypto é o mais recente projeto do diretor da Coinbase

Brian Armstrong, diretor executivo da Coinbase, a mais utilizada plataforma de câmbio de criptomoedas em todo o mundo, anunciou o lançamento da GiveCrypto, uma plataforma e fundo de beneficência que irá deter e distribuir criptomoedas pelos mais desfavorecidos. A iniciativa sem fins lucrativos, que tenciona reunir mil milhões de dólares para o seu fundo nos próximos dois anos, já conta com 3,5 milhões de dólares em criptomoedas, incluindo uma doação inicial de 1 milhão avançada por Armstrong. A plataforma tem como objetivo o empoderamento das populações.

FBI investiga 130 casos relacionados com criptomoedas

O Federal Bureau of Investigation dos Estados Unidos revelou que está a trabalhar em 130 investigações associadas a criptomoedas, citando aumento de atividades ilegais facilitadas por pagamentos com as mesmas. Trata-se de casos que «envolvem crimes como tráfico humano, venda de drogas ilícitas, sequestros e ataques de ransomware.» Salienta-se que no pedido orçamental para o ano fiscal de 2018 o FBI solicitou 80 novas posições e 21,6 milhões de dólares para aumentar e aperfeiçoar a tecnologia de investigação que detém para combater o ciber-crime.

Estudo liga publicações nas redes sociais a desempenho das criptomoedas

De acordo com um estudo conduzido pelo Stevens Institute of Technology comentários predominantemente positivos nas redes sociais influenciam significativamente o mercado de criptomoedas, destacando-se que são as publicações menos frequentes sobre perspetivas ao redor das criptomoedas que exercem maior influência sobre os preços, especialmente se positivas. O estudo também concluiu que o impacto de tweets relacionados se torna percetível no espaço de uma hora enquanto o mercado demora um dia a reagir a publicações em fóruns.

Huobi Pro suspende negociação de criptomoedas para residentes japoneses

Segundo o avançado a nível local a Huobi Pro, uma das principais plataformas de câmbio de criptomoedas a nível global e no Japão, anunciou a sua saída do mercado japonês em e-mail enviado aos utilizadores ontem, quarta-feira — citando a sua incapacidade para se registar junto do regulador financeiro do país como a razão por detrás da decisão. Embora a Huobi Pro não tenha realizado qualquer anúncio oficial as notícias acrescentam que a plataforma irá suspender os serviços de negociação para residentes japoneses já no dia 2 de julho.

Maiores criptomoedas mantêm desempenho esta manhã

De acordo com os dados proporcionados pelo Coinmarketcap o desempenho das maiores criptomoedas do mundo não variou muito em relação a ontem. Às 10h35 de Lisboa, sete das dez maiores criptomoedas do mundo estão a ser negociadas no verde, destacando-se a ligeira queda de preço da Ethereum, da Ripple e da Cardano. A EOS é a criptomoeda a registar maior variação positiva de preço, próxima de 3%, sendo seguida pela Stellar. A capitalização do mercado como um todo aproxima-se dos 247 mil milhões de dólares e a Bitcoin está a ser negociada ao redor de 6125 dólares.

Câmara dos Representantes aprovou projeto de lei para combater o uso ilícito de criptomoedas

A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou um projeto de lei por unanimidade que envolve o combate à utilização ilícita de criptomoedas, incluindo a Bitcoin, a Dash, a ZCash e a Monero. A medida segue-se, alegadamente, a pedido de ajuda por parte dos Serviços Secretos ao Congresso tendo em vista o travar dessas atividades. O projeto exige que o governo conduza um estudo ao redor de como as criptomoedas e mercados associados são utilizados para comprar, vender ou facilitar o financiamento de bens ou serviços relacionados com atividades ilícitas.

Expedia removeu a Bitcoin das suas opções de pagamento

Conforme o indicado na sua página online, a gigante de reservas de hotéis e viagens já não aceita Bitcoin como método de pagamento. A Expedia começou a aceitar bitcoins em meados de 2014, quando se juntou à Coinbase para esse efeito. Alguns membros da comunidade sugerem agora que cancelou a aceitação da criptomoeda devido à decisão da Coinbase de suspender algumas soluções para comerciantes, o que irá dificultar os pagamentos em Bitcoin. Destaca-se que a CheapAir, concorrente da Expedia, trocou a Coinbase pela BitPay por essa razão.

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (10h45 de Lisboa) a 246,5 mil milhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) subiu 0,14% para 6121,28 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) caiu 0,59% para 435,03 dólares
  • O preço da Ripple (XRP/USD) caiu 0,33% para 0,46 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (EXANTE: Bitcoin.Cash) subiu 0,10% para 704,54 dólares
  • O preço da EOS (EOS/USD) subiu 20,81% para 7,86 dólares

Desempenho

  • Criptomoeda com melhor desempenho do top 10: EOS (+2,81%)
  • Criptomoeda com melhor desempenho do top 100: Mithril (+19,53%)

ICO a decorrer

  • Tutellus

Próximas ICO

  • 4 de julho: Asobi Coin
  • 27 de julho: Woow-Cams
  • 1 de setembro: Cryptocean
  • 1 de setembro: BetOnChart

Consulte a lista completa de ICO a decorrer aqui [em Inglês].

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar