ONU recorre à «blockchain» para trabalho com países em desenvolvimento
Shutterstock
Página principal Síntese, Criptomoedas, Blockchain, Plataformas de criptomoedas, Regulação das criptomoedas
Tema do momento
25 Setembro
607 607

As principais notícias do mercado de criptomoedas esta manhã

PNUD usa a «blockchain» para as suas iniciativas no terreno

A Blockchain Charity Foundation e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciaram uma parceria que envolve o uso da tecnologia blockchain. A Blockchain Charity Foundation, que doou 1 milhão de dólares ao PNUD, é uma organização sem fins lucrativos que pretende contribuir para o alcance da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Malásia quer aplicar a «blockchain» às suas três maiores indústrias

O governo da Malásia pretende explorar soluções baseadas na tecnologia blockchain para as três maiores indústrias da nação: energias renováveis, óleo de palma e finança islâmica. O objetivo: adotar a tecnologia blockchain em cada uma das áreas tendo em vista aumento da transparência, da sustentabilidade e da eficiência logística — de acordo com notícia publicada na semana passada.

Banco tailandês testa sistema de pagamentos baseado na «blockchain»

O Kasikornbank, o maior banco tailandês por capitalização, é o primeiro do país a juntar-se à plataforma Visa B2B Connect, desenhada para oferecer às instituições financeiras uma forma segura, rápida e previsível de processar pagamentos corporativos B2B (business-to-business) transfronteiriços. A plataforma, baseada na tecnologia blockchain, oferece mais transparência a todo o processo de transação financeira.

«Preços das criptomoedas altamente correlacionados com regulação»

Um estudo recente do Bank for International Settlements concluiu que as iniciativas regulatórias quanto ao sector têm um grande impacto no preço das criptomoedas. Apesar de os mercados não reagirem expressivamente a notícias como a criação de criptomoedas por bancos centrais, respondem a anúncios de regulamentação das criptomoedas e de Ofertas Iniciais de Moedas (ICO).

Gemini poderá expandir-se para o Reino Unido

O Financial Times avançou que a Gemini, a plataforma de câmbio de criptomoedas fundada pelos gémeos Cameron e Tyler Winklevoss, poderá estar a preparar expansão para o Reino Unido. Contratou consultores para esse efeito e poderá submeter uma solicitação à Autoridade de Conduta Financeira do país para autorização regulatória tendo em vista a criação de plataforma com licenciamento e-money da agência.

Deputados franceses solicitaram enquadramento legal para as criptomoedas

Três membros do partido do presidente Emmanuel Macron, La République en Marche, propuseram enquadramento regulatório para empresas envolvidas no mercado de criptomoedas a operar no país. A Assembleia Nacional irá discutir a iniciativa no final deste mês. Recordamos que o ministro das Finanças francês pretende transformar o país num hub de Ofertas Iniciais de Moeda (ICO).

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (11h10 de Lisboa) a 207,7 mil milhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) caiu 2,73% para 6438,84 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) caiu 9,12% para 212,17 dólares
  • O preço da XRP (XRP/USD) caiu 14,31% para 0,45 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (Bitcoin.Cash) caiu 5,92% para 439,11 dólares
  • O preço da EOS (EOS/USD) caiu 9,17% para 5,16 dólares

Desempenho

  • Criptomoeda com melhor desempenho do top 100: Aurora (+9,62%)

ICO a decorrer

Próximas ICO

  • 26 de setembro: Cryptyk
  • 31 de outubro: 4ARTechnologies

Consulte a lista completa de ICO a decorrer aqui [em Inglês].

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente