6 Sinais de que está viciado em criptomoedas
Dmitry Ratushny/Unsplash
Página principal Estilo de Vida, Criptomoedas
Tema do momento
12 Agosto
2983 2k

Abriu portas o primeiro centro de reabilitação para viciados em criptomoedas, um problema que tem de ser reconhecido e tratado. Saiba se é o seu caso.

A comunidade centrada no mercado de criptomoedas olhou com alguma diversão para o primeiro centro de reabilitação para viciados em criptomoedas — que abriu portas recentemente no Reino Unido.

Será o vício das criptomoedas uma possibilidade real? Como saber se está viciado?

Não existe um número certo do número de pessoas à volta do mundo a investir em criptomoedas, mas estima-se que o potencial vício possa afetar centenas de milhões de indivíduos. A verdade é que apostar no mercado de criptomoedas oferece muita da adrenalina que os jogadores compulsivos, por exemplo, procuram.

Será esta ICO uma farsa? Será que a minha carteira vai ser furtada? E se eu mantiver o investimento e o preço continuar a cair? Emoção, total emoção.

Surgiu, assim, um programa de recuperação que recorre às mesmas técnicas desenvolvidas para jogadores compulsivos. É conduzido pelo Castle Craig Hospital em Peeblesshire, na Escócia — que acredita que o vício das criptomoedas tem não só de ser reconhecido como também tratado.

«O flutuante, de elevado risco, mercado de criptomoedas,» — avançou o terapeuta Chris Burn que trabalha com viciados em jogo no hospital «[…] apela ao problema do jogo — e submergir no mundo das criptomoedas também fornece uma excelente fuga da realidade.»

Como saber se é esse o seu caso?

Sinais de vício

Antes de mais um pequeno aviso. A descrição que se segue não se aplica se trabalhar como trader de criptomoedas a tempo inteiro ou se o seu trabalho envolver observar os mercados de forma constante. Estamos a falar de pessoas comuns, com empregos regulares, a investir e a diversificar as suas carteiras com foco nas criptomoedas.

Uma vez que o mundo das ICO, criptomoedas e blockchains é novo é difícil identificar sinais específicos desta indústria. Porém, os traços serão os mesmos que os encontrados para o vício do álcool, das drogas ou do jogo: se o seu passatempo passivo estiver a começar a tomar conta da sua vida, esteja atento ao seguinte.

Não consegue parar

Embora seja mais fácil avaliá-lo quanto ao consumo de drogas ou álcool, um dos sinais mais óbvios de um vício passa por não se conseguir parar. Mesmo quando tem um efeito prejudicial na sua vida. Enquanto o cérebro racional poderá ser capaz de dizer «é melhor parar de investir em ICO pois tenho de pagar as contas no final do mês» o cérebro viciado será capaz de justificar ou de argumentar uma solução alternativa.

Se está viciado em criptomoedas poderá estar a investir dinheiro que não tem ou que não pode dar-se ao luxo de perder.

Está a prejudicar a sua vida social

Alguma vez saltou uma festa de aniversário de crianças porque sabia que não haveria álcool? Tal não faz de si um alcoólico. Porém, se continua a rejeitar encontros pois não quer deixar o seu vício, poderá ser altura de parar e pensar.

Perder um convívio para aguardar um airdrop ou uma pré-venda também não será boa ideia. Se deixa de ir porque quer estar em frente ao ecrã ou a verificar constantemente o preço da Cardano, poderá estar viciado em criptomoedas.

Nota sinais de abstinência se parar

Um amigo conseguiu convencê-lo a irem juntos ao teatro — quando só queria ficar em casa. Porém, à medida que as cortinas sobem, sente as pernas inquietas. O vício das criptomoedas poderá não produzir suor ou alucinações. Porém, poderá sentir-se ansioso, preocupado, nervoso ou a lutar com um caso sério de FOMO (Fear of Missing Out ou «medo de ficar de fora»).

Se não conseguir tirar umas horas para si poderá estar viciado em criptomoedas.

Começa a negociar às escondidas

Sente que anda a fazer as coisas às escondidas? Tal como um alcoólico esconde uma garrafa de vodka na sua mochila ou um viciado em tabaco vai lá fora para fumar, se a primeira coisa que faz ao acordar for verificar a sua carteira — enquanto o seu parceiro ainda dorme — talvez seja altura de parar.

6 Sinais de que está viciado em criptomoedas
"Sei que ele está a pensar noutras mulheres..."

Está a tomar mais riscos do que o habitual

À medida que o seu vício aumenta acontece o mesmo com o nível de risco que está disposto a assumir. Alguns exemplos: pediu dinheiro emprestado para investir? Ou está a investir recorrendo à conta comum sem ter dito ao seu parceiro? Está a investir com fundos que não tem e a apostar cada vez mais?

De acordo com um estudo de 2016 sobre cérebros viciados, estes tornam-se realmente diferentes de cérebros não-viciados. O cérebro viciado tem muito menos problemas em assumir riscos do que os cérebros não-viciados. Pode mesmo convencer-se de que o que está a fazer não é problemático.

«Não sou viciado em criptomoedas»

A negação é um grande sinal de que poderá estar a sofrer de vício. Se concluir que está sempre a dizer a si mesmo ou a outras pessoas que não é viciado… Poderá ser.

Conclusão

Este assunto pode soar a brincadeira — e para a maioria dos indivíduos andar um pouco obcecado não revela nenhum problema sério. Porém, se der por si em alguma das situações acima descritas poderá ser altura de procurar ajuda.

Fonte: Coincentral

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente