Os 3 tipos de pessoas que enriquecem mais facilmente
PA Images\TASS
Página principal Estilo de Vida, Desenvolvimento pessoal

Depois de ter passado cinco anos a estudar milionários, o consultor e escritor Thomas Corley concluiu que existem três tipos de pessoas que acabam por se tornar as mais abastadas.

Ao longo de um período de quase quatro anos entrevistou 233 milionários. Durante as entrevistas colocou 144 questões a cada um — e levou mais 18 meses a resumir e a analisar as suas respostas. Para partilhar as suas conclusões escreveu vários livros quanto aos hábitos, à forma de pensar, ao método de tomada de decisões e à tolerância ao risco, entre outros aspetos, dos mais ricos.

Uma das maiores coisas que aprendeu foi como criaram a sua riqueza: através de três caminhos predominantes. Conheça-os de seguida.

1. Os «frugais-investidores»

Menos de 22% dos inquiridos no âmbito do Rich Habits Study de Corley (estudo sobre os hábitos dos mais ricos) enquadram-se nesta categoria. Os «frugais-investidores» não detêm dívidas e o rendimento passivo gerado pelas suas poupanças investidas é suficiente para atender ou exceder o seu padrão de vida.

Apresentaram todos cinco coisas em comum:

  • Um baixo padrão de vida;
  • Um rendimento modesto;
  • Um rendimento modesto que excedia o seu baixo padrão de vida;
  • Poupança de 20% ou mais do seu rendimento ao longo de muitos anos;
  • Investimento, de forma consistente e prudente, das suas poupanças ao longo de muitos anos.

Estes indivíduos levaram cerca de 32 anos a acumular uma riqueza média de 3,4 milhões de dólares.

2. Os «virtuosos»

Cerca de 27% dos indivíduos consultados para o estudo correspondem à categoria «virtuosos». Estes indivíduos mostraram-se virtuosos nas suas carreiras ou indústria. Encontravam-se entre os melhores naquilo que faziam.

Tanto trabalhavam para grandes empresas, nas quais uma parte significativa da sua compensação se baseava em ações — como eram detentores de pequenos negócios que se tornaram altamente lucrativos.

Os «virtuosos» levaram cerca de 20 anos a acumular uma riqueza média de 4 milhões de dólares.

3. Os «sonhadores»

Os «sonhadores» correspondem de longe ao grupo mais abastado do estudo. Cerca de 51% dos inquiridos correspondem a indivíduos que seguiram um grande sonho e foram capazes de torná-lo realidade. O seu sonho acabou por fornecer grande rendimento ou lucro e acumularam uma média de 7,4 milhões em cerca de 12 anos.

A conclusão de tudo isto: há várias formas de lá chegar. Se for avesso ao risco não fica automaticamente desqualificado para se tornar rico. Se não tiver nenhum sonho ou não estiver interessado em poupar para alcançar riqueza, tornar-se um «virtuoso» no que faz poderá ser suficiente. Se não for poupado ou o mais virtuoso na sua área, seguir um sonho também poderá contribuir para enriquecer.

Se quiser alcançar esse patamar na sua vida o mais importante será escolher um caminho que funcione para si — mantendo-o por muitos anos. O único denominador comum que todos os níveis de riqueza partilham é o tempo: são necessários vários anos para acumular riqueza. Quanto mais cedo começar, melhor.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente