Página principal Breves, Bitcoin, Criptomoedas
Tema do momento
2 de Outubro de 2017
2662 2k

A Bitcoin ultrapassou hoje os 4.400 dólares – tratando-se da primeira vez que alcançou esse marco desde que o presidente do JP Morgan Chase (NYSE: JPM), Jamie Dimon, considerou a criptomoeda uma fraude e que o Banco Popular da China declarou as ICO (Oferta Inicial de Moeda) ilegais e exigiu a cessação da negociação de criptomoedas em bolsas/plataformas do país.

Às 17:15 de Lisboa a Bitcoin (Bitcoin) encontrava-se a ser negociada a 4.415 dólares (tendo alcançado os 4.443 dólares pelas 15:30 de Lisboa).

Qual a razão? Traders chineses avançam que o mercado chinês de negociação de criptomoedas se encontra longe de estar encerrado – tendo os traders movido a sua atividade de compra e venda de bitcoins (e outras criptomoedas) para mercados peer-to-peer (P2P) e aplicações de envio de mensagens.

Mais: Panos Mourdoukoutas, colunista da Forbes, destacou que o forte aumento do preço da Bitcoin teve lugar graças aos resultados do referendo na Catalunha, onde o sim – pela independência da região – venceu com amplo destaque. Na sua opinião a Bitcoin converteu-se num novo refúgio perante a incerteza política.

Ficará o crescimento da criptomoeda por aqui? Saiba mais sobre a Bitcoin e restantes criptomoedas com os nossos Tutoriais.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar