Página principal Breves, Irão, Criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
22 de Fevereiro de 2018
307 307

Parece que a República Islâmica do Irão mudou de opinião quanto às criptomoedas — ou clarificou a sua real posição, erroneamente caracterizada pela imprensa no passado.

Vários meios relataram recentemente que o Irão estava a considerar a emissão “de uma criptomoeda local, a organização de consórcio com outros países dentro do setor e a regulação de criptomoedas já estabelecidas, como a Bitcoin.” De facto, o Irão surge com o contexto perfeito para as criptomoedas (que surgem como forma de contornar as condições financeiras): encontra-se sob pesadas sanções internacionais; a PayPal, o Mastercard e o Visa não são permitidos no país; e a sua moeda continua em queda face ao dólar.

Porém, o Iran Front Page, agregador independente de notícias, insiste que o banco central do país não reconheceu a Bitcoin como ativo legal e não tem a intenção de “facilitar transações com bitcoins”. Acrescenta que o banco central afirma estar em busca de formas de “controlar e evitar as moedas digitais no Irão” tendo explicado que “a ampla flutuação das moedas digitais, juntamente com atividade comercial competitiva através de esquemas de pirâmide, tornaram o mercado das criptomoedas altamente arriscado e pouco fiável.”

Será, em princípio, a opinião do governo — mas será essa a posição dos iranianos, entusiasmados com o mercado das criptomoedas?

Fonte: Bitcoin.com

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar