Página principal Breves, ICO, Criptomoedas
Tema do momento
4 Abril
902 902

As plataformas de câmbio de criptomoedas cobram até dez vezes mais para a listagem de tokens do que as bolsas tradicionais para a listagem de títulos, de acordo com estudo divulgado pela empresa de análise de tecnologia financeira Autonomous Research

Listar uma ICO numa plataforma de câmbio de criptomoedas conhecida pode custar entre 1 e 3 milhões de dólares. Em comparação, a inscrição e comissão de entrada na Nasdaq Capital Market, para uma listagem de até 15 milhões de ações, custa 55 mil dólares.

«O preço de mercado para listar um token criptográfico numa bolsa corresponde a 1 milhão de dólares para um token razoavelmente considerado — e a 3 milhões de dólares para uma oportunidade de se obter liquidez rápida,» explicam os autores do relatório.

Os tokens tornam-se mais atraentes se os compradores souberem que os podem negociar facilmente (liquidez) — o que significa que o sucesso de uma Oferta Inicial de Moeda se resume geralmente à listagem numa plataforma de câmbio de referência.

Os autores do estudo salvaguardam, porém, que a sua pesquisa se baseia em investigações dentro de grupos do Telegram e em conversas privadas com fontes, mas têm havido rumores em várias partes do sector que sugerem que os números são precisos.

A Business Insider relatou que encontrou plataformas de câmbio de criptomoedas a cobrar 1 milhão por ICO, enquanto o programador de uma altcoin avançou ao Bitcoin.com que encarou comissão de 3,5 milhões de dólares para integração em popular carteira móvel.

Não se estima que as comissões astronómicas venham a desaparecer em breve.

Fonte: Bitcoin.com

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar